Nota que cria câmara técnica para ações envolvendo problemas geniturinários na população masculina no âmbito da atenção primária à saúde aguarda publicação  

No dia 7 de junho foi realizada reunião entre representantes da diretoria da SBU, Ministério da Saúde e CFM. Na ocasião foi informado que a nota técnica que estabelece a criação de Câmara Técnica Assessora para ações voltadas à promoção, prevenção e cuidado a doenças e agravos geniturinários na população masculina no âmbito da Atenção Primária à Saúde, elaborada em parceria entre SBU, Ministério da Saúde e CFM, aguarda assinatura do secretário para assinatura e posterior publicação.

“Desde sua fundação, a SBU vem trabalhando para garantir que a assistência médica urológica em nosso país seja exercida por especialistas altamente qualificados. Ao longo do tempo passamos a fazer campanhas para alertar a população sobre cuidados com a saúde, possibilitando uma mudança paulatina nas questões do autocuidado, principalmente na saúde do homem. Essa parceria com o Ministério da Saúde nos permitirá conscientizar mais ainda a população em relação a alguns cânceres, e esperamos também poder disponibilizar informações para as equipes de saúde, melhorando a qualidade do atendimento na atenção primária”, afirma Dr. Alfredo Canalini, presidente da SBU.

Os temas a serem abordados pela câmara são os seguintes:

a) Câncer de próstata;

b) Câncer de pênis;

c) Câncer de testículo;

d) Câncer de bexiga;

e) Hiperplasia prostática benigna (HPB);

f) Fimose;

g) Infecções sexualmente transmissíveis (ISTs);

h) Disfunção erétil;

i) Questões urinárias (disfunções miccionais);

j) Saúde do adolescente;

k) Malformações urogenitais congênitas (p. ex.: hipospádia);

l) Planejamento familiar / vasectomia;

m) Homens em uso de cateter vesical de demora ou fralda;

n) Tuberculose urogenital.

Membros

A câmara técnica terá seu quadro composto por integrantes do Ministério da Saúde e especialistas empenhados aos estudos, pesquisas e atendimentos relacionados à promoção e cuidado urológico na atenção primária à saúde.

Integram a câmara: Dr. Alfredo Canalini, Dr. Roni de Carvalho Fernandes (vice-presidente da SBU); Dr. Luiz Otávio Torres (secretário-geral); Dra. Karin Anzolch (diretora de Comunicação); Dr. Ubirajara Barroso Jr. (diretor da Escola Superior de Urologia); Dr. Arilson de Souza Carvalho Junior (coordenador do escritório da SBU em Brasília); Dr. Ricardo Luís Vita Nunes (responsável da Comissão do Escritório de Brasília da SBU pela relação com o Ministério da Saúde); Dra. Aurea Christina de Paula Corrêa (professora da UFMT e atua na área de enfermagem em saúde da mulher e saúde do homem), Dra. Sheila Rubia Lindner (enfermeira, é coordenadora do Núcleo da Universidade Aberta do SUS da UFSC); Dra. Elza Berger Salema Coelho (enfermeira, professora associada no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UFSC); Dr. George Augusto Monteiro Lins de Albuquerque (professor de Técnica Cirúrgica da Faculdade Metropolitana de Manaus).

“O escopo agora é fazer o acordo sair do papel e para isso serão criados grupos de ação (um para cada tema abordado), que vão ser compostos por especialistas nas áreas relativas a cada tema. E serão criados materiais para serem divulgados e o planejamento estratégico das ações propostas”, informa Dr. Ricardo Vita.

Comments are closed.