CFM e demais entidades médicas publicam manifesto com propostas para a saúde

Campanha conclama os médicos para verificar propostas de seus candidatos para a área

O Conselho Federal de Medicina (CFM), a Associação Médica Brasileira (AMB), a Federação Médica Brasileira (FMB), a Federação Nacional dos Médicos (Fenam), a Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR) e outras entidades médicas lançaram o Manifesto dos Médicos em Defesa da Saúde do Brasil, com propostas para melhorar a assistência e o bem-estar dos brasileiros. O documento é dirigido aos brasileiros e aos candidatos das eleições de 2018. Nessa primeira fase, estão disponíveis para download no site da campanha spot, vídeos, banners, anúncios e post para redes sociais.

O documento afirma que o “cumprimento das sugestões, elaboradas com base nos tópicos aprovados pela plenária final do XIII Encontro Nacional de Entidades Médicas (XIII Enem), realizado em Brasília (DF) – entre os dias 26 e 27 de junho de 2018 -, permitirá a obediência às diretrizes e aos princípios constitucionais que regulam a assistência nas redes pública, suplementar e privada. Essa postura será fundamental para assegurar os direitos de pacientes e a qualidade do exercício da medicina e do atendimento em saúde no País, segundo os blocos de ação delineados adiante. Neste sentido, as entidades médicas signatárias desse documento apresentam aos candidatos às Eleições Gerais de 2018 as seguintes propostas, as quais, no seu entendimento, devem ser priorizadas em plataformas eleitorais e programas de Governo para garantir efetividade em ações no campo da saúde”.

As propostas englobam as seguintes áreas:

  • Defesa do Ato Médico e dos direitos individuais e cidadãos em saúde
  • Interiorização da medicina e trabalho médico
  • Ensino e residência médicos de qualidade
  • Fortalecimento do financiamento, gestão e controle do SUS
  • Melhoria urgente da infraestrutura e condições de trabalho e atendimento
  • Fim do desequilíbrio na relação com as operadoras de planos de saúde

Comments are closed.