SBU repudia discurso do candidato à presidência Ciro Gomes

Em recente entrevista, o candidato à presidência da República Ciro Gomes criticou os salários pagos a médicos e sugeriu que o governo definisse a área que cada um deva seguir após a graduação. É preciso considerar que a remuneração adequada é um direito de todas as classes profissionais. O médico não foge a essa regra. Na verdade, no decorrer dos anos temos visto políticas equivocadas que reduzem salários em nossa profissão no setor público. Diferente do que disse o candidato, comparado a outras categorias, recebemos menos por hora trabalhada. Sobre a definição da especialidade a seguir e a criação indiscriminada de programas de Residência Médica, tanto fere o princípio da liberdade individual, como expõe a população a profissionais mal formados. O país sofre com a falta de uma estratégia que efetivamente crie centros fora das capitais e de regiões como São Paulo e Rio de Janeiro. Há uma forte concentração dos profissionais nessas áreas porque,  simplesmente, lá se encontram condições adequadas de trabalho. Não há falta de médicos, há carência de investimentos para auxiliar na distribuição adequada pelo território nacional. São políticas sustentáveis a longo prazo e bem direcionadas que esperamos dos candidatos à presidência da República.

Dr. Carlos A. R. Sacomani
Presidente da Comissão de Valorização Profissional da Sociedade Brasileira de Urologia

Comments are closed.