Exclusivo associados

Efetue login para acessar todo conteúdo exclusivo para associados da SBU.

Dados não conferem. Por favor, tente novamente.
Ainda não é associado? Clique aqui
26/05/2021

SBU orienta pais a não punir crianças que fazem xixi na cama

No Dia Mundial da Enurese, celebrado este ano no dia 25 de maio, Sociedade Brasileira de Urologia aborda tema que afeta 15% das crianças até cinco anos e pode ter piorado durante a pandemia

MAIO 2021 – Fazer xixi na cama é uma condição conhecida como enurese noturna e afeta cerca de 15% das crianças até os cinco anos. Aproveitando o Dia Mundial da Enurese (“World Bedwetting Day”), celebrado no próximo dia 25, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) orienta pais e cuidadores sobre o tratamento adequado para as crianças que ainda deixam escapar urina durante a noite. A entidade promoverá em suas redes sociais ações voltadas ao esclarecimento de famílias sobre esse problema.

Uma das causas mais conhecidas da enurese noturna é a hereditariedade: se um dos pais teve o problema, a probabilidade de a criança apresentar a condição é de 40%; se forem os dois, o risco sobe para 77%. Outros fatores de risco são metabólicos e alimentares.

Muitos pais se preocupam com os escapes de urina de seus filhos, porém, até os cinco anos de idade, fazer xixi na cama pode ser considerado algo natural dessa fase. “Se não houver associação com infecção urinária, os pais devem entender que se trata de um processo de amadurecimento neurológico que pode variar de criança a criança, umas ficando secas mais rapidamente que outras”, explica o diretor do Departamento de Uropediatria da SBU, Dr. Francisco Dénes.

Ele alerta que a punição por ter molhado a cama é um método ineficaz e que pode agravar ainda mais a situação. “É evidente que as crianças enuréticas não são responsáveis pela sua situação, razão pela qual não podem nem devem ser punidas pelas noites molhadas. Por outro lado, o reforço positivo pelas noites secas poderá ajudar no processo”, explica.

Se a criança tem mais de cinco anos e apresentar perdas persistentes de urina durante o dia, as famílias devem encaminhá-la ao uropediatra para averiguar a possível associação com outras doenças do aparelho urinário, o alerta também vale se houver alterações importantes do hábito intestinal, seja por perdas de fezes, seja por prisão de ventre, pois isso pode ser um fator de risco para a enurese noturna que precisa igualmente ser avaliado e corrigido.

A pandemia também é fator de risco para a enurese?

Uma revisão publicada na revista da Sociedade Brasileira de Pediatria* demonstrou que as crianças foram afetadas direta ou indiretamente pela pandemia. Foram observadas modificações de humor, sintomas de estresse pós-traumático, depressão ou ansiedade, destacando-se ainda as crianças em luto pelos familiares.

Para o Dr. Francisco Dénes, embora não existam ainda dados na literatura que indiquem essa correlação com a enurese noturna, os pais devem estar atentos para esse sinal nos filhos. “Com certeza, a pandemia de Covid-19 aumentou significativamente o nível de estresse em muitas famílias, com consequente repercussão direta ou indireta no nível de ansiedade de algumas crianças mais sensíveis”, pondera.

Dicas para os pais

– Nunca brigue com seu filho após um episódio;– Trabalhe a autoestima das crianças através de ações afirmativas (se a criança acordou e a cama está seca, ela deve ser elogiada e acarinhada);– Incentive a micção de três em três horas, mesmo sem sentir necessidade;– Diminua a ingestão de líquidos após as 18 horas;– Evite dar alimentos com cafeína e chocolate;– Estimule o hábito de urinar antes de ir para a cama;– Evite refeições pesadas à noite.

Ações da SBU

A SBU promoverá em seu perfil no Instagram (@portaldaurologia) e do Facebook (Portal da Urologia), posts e vídeo para abordar o assunto. No dia 24 de maio, às 19h, ocorre a live “Meu filho faz xixi na cama é normal?”, com o Dr. Patric Tavares (RS) e o Dr. Adriano Almeida Calado (PE).

 

*https://residenciapediatrica.com.br/detalhes/643/as%20implicacoes%20da%20pandemia%20da%20covid-19%20na%20saude%20mental%20e%20no%20comportamento%20das%20criancas

Veja também:

19/04/2024

TV SBU faz série de entrevistas especiais no Uro-Onco 2024

Durante o XV Congresso Internacional de Uro-oncologia, na última semana em São Paulo, a equipe de Comunicação da SBU realizou cerca de 30 entrevistas

leia mais
19/04/2024

Dr. Aurus Dourado Meneses recebe medalha de mérito da Alepi

“É com uma mistura de emoção profunda e gratidão imensurável que recebi da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí a Medalha do Mérito Legislativo Dr. Dirceu Arcoverde

leia mais
12/04/2024

PEDAU aborda dor no testículo

“Escroto agudo: o que é, qual é a importância, quando suspeitar, como avaliar e como tratar” foi o tema do PEDAU do dia 11 de abril.

leia mais

Este site usa cookies

Leia nossa política de privacidade. Se estiver de acordo, clique em aceitar para autorizar o uso de cookies.

Aceitar